domingo, 7 de agosto de 2011

Give me 5! - Val Cristina

Bom! Já sabem como funciona o jogo, certo?

Esta semana fui desafiado por duas pessoas. Uma delas a Val Cristina, amiga de anos.
A escolha dela foi: Vinho, creme de leite, palmito, alcaparras e peixe.

Como ela me deixou escolher peixe, creio que, os que me conhecem, apostariam no Salmão. Eu como Salmão toda semana. Já fiz de todas as maneiras. Entre tantos peixes que eu gosto de fazer e comer, um, em especial, nunca tive 'coragem' de fazer.
Atum! Aqui, no Japão, é um peixe muito requisitado, mas apenas pra fazer sushi ou compor outros pratos com o peixe cru. Apesar de ser japa, não sou fã da Gastronomia japa. Desculpe-me os que gostam, mas eu não! Prefiro algo que desafie meu paladar. Peixe cru, certamente não o faz. Anyway! Escolhi Atum por ser um peixe difícil de preparar. O mais comum por aqui é encontrá-lo cru, em sushi ou, processado em saladas e patês. Eu fui além!

Outro ponto que levei vantagem foi na escolha do vinho. Como a Val não especificou o vinho a ser usado, tive mais liberdade pra ousar e escolhi, acreditem, Vinho do Porto Branco. A idéia surgiu de um outro prato que gosto muito. Pollo alla Marsala. Frango ao marsala. Claro que foi só a idéia. Pq não um vinho no estilo do marsala, com outra proteina. Leve e saboroso!

Confesso que fiquei preocupado com a mistura citrica das alcaparras com o creme de leite. Mas funcionou bem e deu um equilibrio no final. Foi possivel até sentir o sabor adocicado do vinho. Beeeeeem suave, pois foi-se o alcool e ficou só o sabor da fruta.

Vamos ao que interessa, então!

Atum ao molho branco com alcaparras e palmito


Ingredientes:

1 posta de peixe da sua preferencia
50 ml de creme de leite fresco
25 ml de Vinho do Porto Branco ou Marsala
Palmito
Alcaparras
Sal e pimenta vermelha moida

Preparo:

Retire o Creme de leite da geladeira para que ele chegue à temperatura ambiente.
Tempere o peixe com sal e pimenta. Este também deve estar à temperatura ambiente.
Corte o palmito em rodelas. Escorra e lave uma vez as alcaparras. Reserve.
Aqueça uma frigideira e coloque duas colheres de sopa de óleo ou azeite. Em fogo brando, coloque o peixe e deixe uns 3 minutos cada lado, ou até que frite ao seu gosto. Antes de retirar do fogo, adicione o vinho aumente o fogo e flambe. Tão logo o fogo acabe, mais um minuto pra absorver o sabor do vinho. Retire opeixe e coloque num prato. Na mesma frigideira, coloque as alcaparras e o palmito. Cozinhe-os durante 2 minutos sempre chacoalhando a frigideira. Adicione o creme de leite e reduza. Acerte o sal e sirva junto com o peixe.

Como sabem (sabem?) eu sou muito fã do Gordon Ramsay. Ele costuma dizer o seguinte: "Keep it simple, but make it wonderful!" (Mantenha simples, mas faça maravilhoso!)

Simples, rápido e saboroso! O sabor cítrico das alcaparras harmonizou perfeitamente com o creme de leite e a pimenta. Tudo ficou precisamente presente.
Claro que essa foi uma receita preparada apenas para o desafio. Portanto usei o minimo de ingredientes extras possivel. Mas, fica como base pra os Gourmand/Gastronomos mais aventurados criar a partir daí. Cebolas carameladas, tomates secos e milhares de outras combinações/adições são possiveis.

Dicas:

Não deixe que o palmito cozinhe demais. Palmito é algo que já é perfeito como a natureza o fez. Não cometa o crime (gastronomico) de cozinhar demais palmito. Já me serviram patê de palmito e achei horrivel. Não tanto pelo sabor, mas por terem tirado o melhor dele.

Peixes, em geral cozinham rápido. No caso do atum, se deixar muito tempo, ele fica seco e desmancha. Caso isso aconteça, faça um patê, pois, será a melhor coisa a fazer. Este prato foi executado em 15 minutos. Prato tipico de restaurantes.

É isso, fellas!
Tem mais um pra postar...

Ao som de: Lifehouse - Blind

2 comentários:

  1. Duas coisas que eu AMO: peixe e palmito! Achei a sua receita prática, simples e deliciosa...

    Certa vez em um workshop, a Chef Roberta Sudbrack disse a seguinte frase “A gente acha que o simples tem tudo para dar certo, muito pelo contrário… Tem tudo para dar errado! O simples pode ser muito moderno e gostoso." e a Chef Ana Rita Suassuga completa "O simples tem que ser muito mais bem feito" e é isso que vc fez: uma receita simples, porém deliciosa e bem executada! A ousadia e harmonia dos ingredientes fizeram a diferença. A receita foi executada aqui em casa, só que com um peixe bem comum no interior: tilápia! Qdo eu fizer novamente (e, acredite: não demorará muito para que isso aconteça) tiro foto e posto por aqui!

    Qto ao palmito, tenho trauma de cozinhá-lo justamente por causa de um maldito patê horrível que certa vez me serviram hahaha Me ensina exatamente como vc faz (tempo, proporções, medidas)?

    E eu ficarei aqui... aguardando o próximo "Give me 5"!!!

    Beeeeeeeeeeijossss

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo artigo. Recomendamos a todos a leitura.

    Nos apresentando, a Inove atua na área da Construção Civil, especializada em Pintura e Textura. Trabalhamos com: Pintura Predial, Pintura de Galpão, Pintura Comercial, Pintura Residencial, Reformas e Construções.

    ResponderExcluir

Adicione o seu tempero!